Produtos

Cloridrato de Propanolol

40 comprimidos – 40mg.

Descrição

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

O cloridrato de propranolol é um betabloqueador indicado para:

  • Controle de hipertensão (pressão alta);
  • Controle de angina pectoris (sensação de pressão e dor no peito);
  • Controle das arritmias cardíacas (alterações no ritmo dos batimentos cardíacos);
  • Prevenção da enxaqueca (dor de cabeça forte);
  • Controle do tremor essencial;
  • Controle da ansiedade e taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos) por ansiedade;
  • Controle adjuvante da tireotoxicose (aumento da secreção da glândula tireoide) e crise tireotóxica;
  • Controle da cardiomiopatia hipertrófica obstrutiva (aumento do volume do coração e problemas no seu funcionamento);
  • Controle de feocromocitoma (tipo de tumor, geralmente benigno, localizado na glândula supra-renal).

Neste caso, o tratamento com cloridrato de propranolol deve apenas ser iniciado na presença de um bloqueio alfa efetivo.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

O cloridrato de propranolol assim como outros betabloqueadores, não deve ser utilizado na presença de:

  • conhecida hipersensibilidade (alergia) ao propranolol e aos outros componentes da fórmula;
  • hipotensão (pressão baixa);
  • bradicardia (diminuição dos batimentos cardíacos);
  • distúrbios graves da circulação arterial periférica (alterações na circulação sanguínea);
  • síndrome do nó sino-atrial (um tipo de arritmia cardíaca);
  • feocromocitoma (tipo de tumor, geralmente benigno, localizado na glândula supra-renal) não tratado;
  • insuficiência cardíaca descompensada (problemas no funcionamento do coração);
  • angina de Prinzmetal (sensação de pressão e dor no peito em repouso);
  • choque cardiogênico (problemas graves na circulação do coração);
  • acidose metabólica (alto nível de ácidos no sangue);
  • após jejum prolongado;
  • bloqueio cardíaco de segundo ou terceiro grau (bloqueio nos impulsos elétricos do coração);
  • histórico de asma brônquica ou broncoespasmo (contrações nos brônquios do pulmão).

O cloridrato de propranolol não deve ser utilizado por pacientes com predisposição à hipoglicemia, isto é, pacientes após jejum prolongado ou pacientes com reservas contraregulatórias restritas (nível de certos hormônios como glucagon e adrenalina).

Reg. M.S. 1.0535.0192

Para mais informações consulte a bula.
Para o profissional de saúde consulte a bula.