Caminhadas para aliviar a dor crônica

Portrait of Happy Young couple on the field in spring

A dor pode ser considerada crônica se persistir ou for recorrente por mais de três meses e não passar com nenhum tipo de medicamento. Estima-se que 50% dos cerca de 60 milhões de brasileiros que sofrem de algum tipo de dor crônica tenham a vida e as atividades cotidianas afetadas. Os especialistas afirmam que sentir dor não é normal e é possível tratá-la.

Um dos tratamentos indicados é a prática de exercícios físicos, como a caminhada. Para a cinesiologista Mariana Schamas, que estuda os movimentos, “além dos muitos benefícios à saúde, a atividade física é reconhecida como um método não medicamentoso de grande impacto na melhora da dor, do humor e da qualidade de vida”.

É importante, no entanto, ressaltar que os exercícios devem ser orientados por um profissional qualificado. Procurar o médico o quanto antes pode ser decisivo para diagnosticar e cuidar do quadro clínico de dor. Médicos e pacientes devem trabalhar juntos no combate à dor. A fisioterapia, a prática regular de exercícios/preparo físico e os métodos para alívio de estresse (como massagem e técnicas de relaxamento) são, também, indispensáveis no tratamento.

Segundo Mariana, recomenda-se, pelo menos, a prática de exercício físico por 30 minutos, de 3 a 5 vezes por semana.

https://drauziovarella.uol.com.br/geral/caminhadas-para-aliviar-a-dor-cronica/